parallax background

Roteiro de dois dias em Cusco

15 de maio de 2019
CUSCO: quantos dias ficar, onde se hospedar, quando ir e onde comer
8 de maio de 2019
COPACABANA/BOLÍVIA: tudo o que você precisa saber
22 de maio de 2019


Com uma mescla de arquitetura inca e colonial espanhola, a antiga capital do império inca vai fazer com que você se perca por entre os casarões coloniais e suas ruas e becos de pedra. Caminhar pelo centro histórico é a melhor forma de sentir a cidade, se aclimatar devido a altitude, e se perder entre a história e os mercados, lojas e o colorido artesanato andino.

Foi em Cusco que pudemos entender o quão grande e organizados foram os incas, que resultaram de uma sucessão de civilizações andinas e se tornaram o maior Império da América Pré-Colombiana. Nossos dois dias em Cusco foram de muita caminhada antes de partirmos para a Bolívia, e posso dizer que se tivéssemos mais um dia na cidade ainda teríamos muitos lugares para conhecer.

Centro Histórico de Cusco

Nosso roteiro de dois dias pela cidade foi bem tranquilo, já que optamos em ficar somente em Cusco. Assim pudemos caminhar sem pressa pelas ruas de pedra da cidade, nos perder entre os casarões coloniais e fazer algumas paradas para saborear algumas Cusquenas.  


# Iglesia da Companhia de Jesus

Esta igreja está localizada em frente a Plaza das Armas, e foi construída sobre as fundações de um palácio inca. Sua construção teve início em 1576, foi danificada com o terremoto de 1650 e reconstruída em 1668. Sua fachada toda esculpida em pedra possui um estilo arquitetônico barroco espanhol que influenciou o desenvolvimento deste estilo arquitetônico no Peru.   

Iglesia da Companha de Jesus

Seu interior apresenta uma grande estrutura que ressalta o altar maior, todo talhado em cedro completamente dourado revestido com folhas de ouro. Na estrutura principal tem um corredor que liga as duas capelas laterais, seis altares de vários estilos e um púlpito totalmente dourado. Além dos detalhes em ouro a igreja também abriga duas pinturas de grande valor histórico. Não é possível fotografar a parte interna da igreja.

Iglesia da Companhia de Jesus
Valor ingresso: 10 soles por pessoa     
Horário de visitação: Seg-Sab das 08:00 as 11:00 e das 13:00 as 17:00
http://rutadelbarrocoandino.com/en/la-ruta/la-compania-de-jesus/


# Plaza del Armas

É na Plaza del Armas cercado por casarões coloniais onde tudo acontece, o lugar era considerado entre os incas um ponto de encontro importante dentro do setor cerimonial. Foi nesta praça que o espanhol Francisco Pizarro declarou a conquista da cidade.

A praça é linda vale a pena o passeio de dia e a noite, com seus jardins muito bem cuidados cheios de flores, bancos e um chafariz no centro da praça, este espaço democrático é ideal para sentar e observar as pessoas, os casarões que cercam este lugar e apreciar a belíssima Catedral de Cusco.

Plaza del Armas


# Catedral de Cusco

O início de sua construção foi no ano de 1559 sobre as ruínas de Kiswarkancha antigo templo inca destruído pelos espanhóis. Está linda catedral também conhecida como Catedral Basílica de la virgem de la Assuncíon, não é só bonita por fora, mas por dentro ricamente decorada com inúmeras imagens sacras, quadros e detalhes em ouro e prata. A sua planta tem o formato de uma cruz andina, e suas paredes foram erguidas com pedra extraídas em sua maioria de Sacsayhuamán. Ela tem três naves e 12 capelas e seus altares foram executados tanto em estilo renascentista como barroco e neoclássico.

Catedral de Cusco

Com um estilo gótico-renascentista a catedral ainda possui evidencias de influência barroca em sua fachada voltada para a Plaza de Armas. Foi eleita Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1993, e possui o status oficial como local de culto.

Catedral Basílica da Virgem da Assunção
Valor ingresso: 30 soles por pessoa
Horário da visitação: Seg – Dom 10:00 as 18:00


# Templo do Sol ou Coricancha

Este templo é uma obra de arquitetura inca construída com andesito uma rocha magmática muito comum nos Andes, estas pedras eram polidas e seus encaixes perfeitos. Foi construída pelo imperador inca Pachacuti para comemorar a vitória contra o povo chankas em 1438. Era um local sagrado de rituais, de observação astronômica e de oferendas ao deus Sol cultuado pelos incas.

Tempo do Sol

Após a conquista dos espanhóis a área onde ficava o Qorikancha foi doada à Ordem Dominicana em 1536 e estes demoliram parte dos edifícios para a construção do convento e da igreja. A partir daí os dominicanos construíram o Convento e a Igreja de Santo Domingo, aproveitando-se das fundações de pedras incas para erguerem os edifícios.  

Atualmente o convento foi transformado em museu e é possível ver os detalhes das duas construções ao logo do passeio. É ideal contratar um guia para fazer a visitação interna, pois há poucas explicações no interior e isso pode dificultar o entendimento acerca da história daquele local.

Templo do Sol

Claustro do Convento de Santa Domingo, por onde começa a visitação. Ao redor há diversas salas com pinturas que contam a vida de Santo Domingo. Nas laterais do prédio estão os vestígios dos antigos templos incas.

Templo do Sol ou Coricancha
Valor ingresso: 15 soles
Guia: 50 soles
Visitação: Seg-Sab das 8:30 as 17:30 e Dom das 14:00 as 17:00


# Centro Artesanal de Cusco

Ao longo da Calle Del Sol é possível encontrar várias lojas com diversos tipos de artesanatos peruanos. O principal ponto e o mais completo é o Centro Artesanal de Cusco. Nele é possível encontrar tudo o que um turista procura, como souvenires, ponchos, cachecóis, luvas, blusas, joias, pinturas, imãs de geladeira (nossos preferidos kkk) entre outros artesanatos.

Centro Artesanal de Cusco
Localização: Av. Del Sol

Centro Artesanal de Cusco


# Mercado de San Pedro

Neste mercado vendem de tudo, frutas, vegetais, carnes, artesanatos e etc., é uma experiência diferente já que possível estar em contato mais direto com a cultura local e os cusquenhos. O lugar é um pouco sujo, e em certos momentos é possível se deparar com partes de carnes penduradas ou expostas em bancadas, então se você não curte muito esta parte não vá até os fundos do mercado. Vale a visitação pois são nos mercados municipais que podemos conhecer algumas coisas típicas da cidade e região e entrar em contato com a cultural local.

Mercado San Pedro
Localização: Calle Cascaparo
Horário de visitação: Seg-Sex das 6:00 as 20:00 e Sab e Dom das 6:00 as 18:00

Mercado San Pedro

Mercado San Pedro


# Museu Inka

O Museu Inka está localizado em um dos casarões mais importantes de Cusco, construído no início do século XVII com pedras incas por um almirante, por isso também é conhecida como Casa del almirante. Sua arquitetura colonial com varandas ao ar livre, e seu pátio com arcadas e pilares em forma de cariátide tornam o casarão ainda mais atraente. O local abriga uma vasta coleção de vasos cerimoniais esculpidos em madeira, têxteis, armas, ferramentas e cerâmicas Incas. Também estão expostos objetos de civilizações pré-incas de até 7.000 anos antes de Cristo, como os Nazcas, Wari, Chancay e etc.

Entrada Museu Inka

Também tem um espaço onde é mostrado a cultura e a sociedade Inca, suas técnicas de agricultura, produção da cerâmica, além de vestimentas incas e artesanatos. Em outro espaço estão as representações de tumbas e cerimônias aos antepassados, nestas tumbas são múmias verdadeiras.

Pátio Interno Museu Inka

A visitação ao museu faz com que você consiga entender toda a história da civilização pré-inca e inca. Pois ela dá um apanhado geral de como que estas civilizações se desenvolveram e de qual forma se extinguiram. Vale a pena o passeio. Infelizmente não é permitido tirar fotos internas das exposições.

Museu Inka
Horário de visitação: Seg-Sex das 8:00 as 18:00 e Sab e feriados das 9:00 as 16:00
Valor ingresso: 10 soles
http://museoinka.unsaac.edu.pe/


# Raibow Mountain

As montanhas coloridas também conhecidas como Cerro de Colores ficam a umas 4 horas de Cusco.  O passeio começa de madruga e a van chega até um vilarejo, a partir daí pega-se uma trilha de 8km de caminhada para se chegar até a Raibow Montain. Além da caminhada deve-se ter em mente que o passeio é realizado a partir de 4.300m de altitude chegando no mirante para a Montanha Colorida em 5.000m de altitude. Desta forma, deixe para fazer este passeio após alguns dias em alta altitude, assim vai estar bem aclimatado.

Raibow Montain – Fonte: https://www.salkantaytrekmachu.com

As cores vermelho, amarelo e azul são formadas através de minerais como o ferro, o manganês e o cobre que estiveram em contato durante muitos anos com o vento e com a chuva, transformando-se nestas linhas com cores vibrantes. É possível fazer a trilha a pé ou então em cima de um lombo de burro, este serviço não está incluso no valor do passeio.  

O passeio custa em torno de 70 soles (incluso café da manhã e almoço) e é possível compra-lo em qualquer uma das agências de turismo localizadas nas proximidades da Plaza de Armas.



IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 Salve este post no seu Pinterst para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Fique por dentro de todas as novidades do Viajeiros! Digite seu e-mail e receba nossos posts em primeira mão.

Name
Email *