parallax background

Passeio pela Isla del Sol e Isla de la Lua: tudo o que você precisa saber

31 de maio de 2019
COPACABANA/BOLÍVIA: tudo o que você precisa saber
22 de maio de 2019
UYUNI: o que saber antes de ir
7 de junho de 2019


QUANTOS DIAS FICAR | QUANDO IR | ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


A Isla del Sol é mais um lugar incrível para se conhecer na Bolívia. Um lugar tranquilo, com muitas tradições, rituais, lendas, inúmeras ruínas, e vilarejos onde o tempo não parece ter passado.

Com uma paisagem cheia de subidas e descidas, você cruza por vilarejos com pequenas casas, pastos de lhamas e vai caminhando lado a lodo com o povo que vive por lá. 

Mapa localização Isla del Sol e Isla de la Lua

Optamos por fazer um passeio bate e volta, por acreditar que neste período seria o suficiente para conhecer um pouco deste belíssimo lugar com paisagens tão linda as margens do Lago Titicaca. E, conhecer de que forma este povo vive até os dias atuais, mantendo vivos seus costumes e culturas.

Mas se você quer curtir mais o local, observar os nativos, explorar a ilha com calma o ideal é reservar pelo menos dois dias inteiros.

Povoado de Yumani

A partir de 2017 a famosa trilha inca que corta a Ilha do Sol de norte a sul está fechada, por causa de conflitos entre dois povoados. Desta forma só é possível conhecer a região sul da ilha. E os barcos que chegam na região norte são revistados, e caso haja algum turista, o barco é impedido de atracar. Somente o lado sul da ilha está liberado para o turismo.


QUANTOS DIAS FICAR | QUANDO IR | ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


QUANTOS DIAS FICAR

Muitos sites e blogs indicam ficar pelo menos dois dias na ilha. Como não é possível cruzar a ilha de norte a sul, optamos em destinar um dia inteiro para conhecer as duas ilhas.


QUANTOS DIAS FICAR | QUANDO IR ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


QUANDO IR

A melhor época para conhecer é no período de seca. Os meses mais indicados são de maio a setembro, onde os dias são quentes e noites frias. Nos meses de novembro a fevereiro é o período das chuvas.


QUANTOS DIAS FICARONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


ONDE COMER

O povoado de Yumani possui uma estrutura muito boa de restaurantes, nós escolhemos o Restaurante Utasawa Lodge, que também oferece hospedagem. O restaurante é bem simples, mas com uma vista linda do Lago Titicaca. De entrada foi servido uma sopa de quinoa e legumes, e pedimos uma truta com batata e arroz, estava tudo bem gostoso.

# Restaurante Utasawa Lodge


QUANTOS DIAS FICARONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


COMO IR PARA A ISLA DEL SOL

Partindo de Copacabana você tem três opções para chegar até a Isla del Sol. Se quiser maiores informações, clique no post: Copacabana/Bolívia: tudo o que você precisa saber.

Nossa escolha foi fazer o passeio bate e volta pelas duas ilhas principais com guia. Saindo as 8:30hs e retornando as 16:00hs, assim aproveitamos melhor o dia na ilha.


QUANTOS DIAS FICARONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL |PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA |


PASSEIO BATE E VOLTA ISLA DEL SOL E ISLA DE LA LUA

As 8:30hs em ponto, todos começam a embarcar e se acomodar no barco. É possível escolher sentar na parte de cima do barco, e ir apreciando a paisagem, pegando um solzinho e um vento gelado. E a outra opção é sentar na parte de baixo do barco que é protegida do vento e do sol.

Isla de la Lua

O trajeto de Copacabana até a Isla de la Luna dura em torno de 2 horas, e o tempo de permanência é de 1 hora.

Isla de la Lua

É cobrada uma taxa de visitação no valor 10 bolivianos (R$ 5,80) para estrangeiros e 5 bolivianos (R$ 2,90) para nacionais.

Entrada na Isla del la Lua

O principal atrativo desta ilha são as ruínas do Palácio de lãs Virgenes del Sol. A pequena ilha da lua era dedicada ao culto feminino, nela viviam as mulheres mais bonitas da região. Elas eram chamadas de “virgens do sol” e segundo uma lenda, estas mulheres seriam sacrificadas na ilha do sol.  

Além das ruínas é possível comprar artesanatos que as moradoras locais produzem e tirar muitas fotos com lindo lago azul ao fundo.

Venda de artesanato na Isla de La lua

 

Isla del Sol

Existem três povoados na ilha do sol: Challapampa (costa norte), Cha’lla (mais ao centro) e Yumani (região sul). Totalizando 1.300 famílias que vivem na ilha atualmente. É no povoado Yumani que você vai encontrar uma melhor infraestrutura de hotéis, pousadas e restaurantes.

Mapa Isla del Sol

A partir de 2017, a famosa trilha inca que corta a Ilha do Sol de norte a sul está fechada por causa de conflitos entre dois povoados. O povoado do centro da ilha (Challa) construiu algumas estruturas para atender os turistas, e estas, estavam muito próximas das ruínas de Chinkana localizadas no lado norte. 

A partir daí, o povoado da região norte (Challapampa) acusou o povoado do centro de estar degradando o sítio arqueológico e destruiu as estruturas. Desta forma a trilha inca foi fechada nesta parte da ilha, e somente o lado sul da ilha está liberado para o turismo.

NOSSO PASSEIO ATÉ O POVOADO DE YUMANI (REGIÃO SUL DA ILHA)

Uma hora depois de partirmos da Isla de la Luna, desembarcamos no lado sul da Isla del Sol. Nossa caminhada até o povoado de Yumani foi leve. Foram feitas algumas paradas, onde o guia fez algumas explicações sobre a ilha.

Neste povoado é onde se concentram o maior número de hotéis, pousadas e restaurantes da ilha, além do porto de onde chegam e partem os barcos para Copacabana.

Isla del Sol

A caminhada de pouco mais de 1 quilometro até o povoado, é feita por caminhos não pavimentados e não existe outra forma para se deslocar na ilha.

Os principais pontos que passamos nesta caminhada foram:

# Ruínas de Pilcocaina (templo do sol)

As ruínas de Pilkokaina são uma das construções mais importantes da ilha do sol, construída seguindo as crenças andinas, onde todas as janelas e portas estão voltadas para o leste onde nasce o sol. Muitos arqueólogos creem que o lugar foi construído como sendo um templo de culto ao sol, e também antiga morada de imperadores incas. 

 

# Mirador Pallakasa

Um dos pontos mais altos da ilha do sol com 4.000 metros de altitude, dali é possível ter uma noção de parte da ilha e da imensidão do Lago Titicaca. Também é possível avistar uma pequena ilha e bem ao centro dela passa a divisa entre os países da Bolívia e do Peru, cerca de 60% do lago está no lado Peruano e 40% dele fica na Bolívia.

 

# Fuente del Inca ou fonte da juventude

A fonte está localizada na metade do caminho da escadaria inca e mostra os avançados conhecimentos hidráulicos dos povos pré-hispânicos. Existe uma lenda que a água que brota desta fonte tem caráter medicinal, e quem bebe dela aumentará seus anos de vida e purificará a alma. Sua água é proveniente de uma nascente subterrânea que vem do meio da ilha, é recomendado não beber está água já que não se sabe se ela está contaminada ou não.

 

# Escada Inca

Com 204 degraus esta grande escadaria de pedra foi construída na época dos incas, e liga a fonte inca até a praia. Olhando de baixo para cima, da impressão que a escadaria é infinita.

Quando se chega a praia em cada lado da escadaria estão as imagens de Manco Capac e Mama Ocllo os primeiros incas que nasceram na ilha.

Escadaria Inca

Segundo nosso guia, existe a lenda que foi na ilha do sol onde nasceram os primeiros incas, Manco Capac e Mama Ocllo, e aí está o motivo pelo qual a ilha do sol é um lugar sagrado e tão venerado pelos bolivianos.

AO FINAL DO DIA

Nosso passeio chegou ao fim quando chegamos ao porto de Yumani, ali ficamos aguardando o horário das 16:00hs para embarcar e voltar para Copacabana. O passeio com o guia dura em torno de 1:20hs, e vai do templo do sol até o povoado de Yumani.

A partir daí cada um ficava livre para continuar caminhando ou almoçar no povoado. A escadaria e fonte inca estão localizadas mais abaixo do povoado, no caminho para o porto. O tempo de retorno até Copacabana é de 2 horas.

Porto do Povoado de Yumani

Conhecer a Ilha da Lua foi e uma parte da Ilha do Sol foi muito legal, a energia destas ilhas é incrível e pudemos entender um pouco o motivo deste lugar ser tão venerado pelo povo boliviano.



IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 

 Salve este post no seu Pinterest para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.

 


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

2 Comments

  1. Avatar EmaratForex disse:

    Essa mistura de ruinas em meio a natureza bruta e algo que me encanta demais. Fiquei apaixonada por todo o trajeto mas principalmente dela Isla del Sol. Caprichou no post ?? Adorei

    • Que bom que gostou do nosso post. Realmente a Isla del Sol é um lugar incrível, com uma energia única. E a mistura de ruínas e natureza torna aquele lugar ainda mais especial. Obrigado pelo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Fique por dentro de todas as novidades do Viajeiros! Digite seu e-mail e receba nossos posts em primeira mão.

Name
Email *