fundo parallax

O que fazer em São Miguel das Missões

17 de abril de 2020
Roteiro de 1 dia em Ouro Preto
8 de abril de 2020
viagem de moto
4º Trecho Viagem de Moto: Ouro Preto – São João da Barra – Ponta Grossa – Chapecó
8 de maio de 2020

 

Um pouco da história das reduções jesuíticas

 

Viajar para destinos que tem no seu passado muitas histórias, tornam nossas viagens ainda mais interessantes. Consequentemente conhecer São Miguel das Missões não poderia ser diferente. Além das ruínas estarem muito bem conservadas é possível entender o quão organizadas foram as reduções jesuíticas. Além de entender a sua importância na história do Rio Grande do Sul.

Cruz símbolo das reduções jesuíticas

Cruz símbolo das reduções jesuíticas

 

As chamadas reduções Jesuítico-Guaranis foram criadas entre os séculos XVII e XVIII pela Companhia de Jesus, por ordem da Coroa Espanhola. Como resultado, estas reduções de instalaram na Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai. E seu maior objetivo era a evangelização dos povos nativos além de apoiar a conquista de áreas disputadas por Portugal e Espanha. 

reduções jesuíticas

Mapa de localização das missões jesuíticas Fonte: https://www.viajoteca.com/missoes-jesuitas-na-argentina/

 

As reduções jesuíticas no Sul do País

No Brasil estas reduções eram chamadas de Sete Povos das Missões, um conjunto de sete aldeamentos indígenas fundados pelo jesuítas espanhóis no Rio Grande do Sul, durante o século XVII. Faziam parte as reduções de São Francisco de Borja, São Nicolau, São Miguel Arcanjo, São Lourenço Mártir, São João Batista, São Luiz Gonzaga e Santo Ângelo Custódio. 

 

Mapa das Missões

Mapa das Missões

Mapa localização das Reduções Jesuíticas no

 

Estas reduções tiveram origem durante a onda colonizadora jesuíta na região, e certamente fazem parte de um importante capítulo da história do Rio Grande do Sul. Onde auxiliaram na delimitação de fronteiras, deram origem a cidades e foram temas de folclore regionalista em torno das figuras dos padres e dos índios, dentre os principais a figura de Sepé Tiaraju.

Portanto, pode-se dizer que as reduções jesuíticas com maior relevância no Rio Grande do Sul, são a de São Miguel Arcanjo (São Miguel das Missões) e a de Santo Ângelo Custódio (Santo Ângelo). Em ambos os sítios arqueológicos, é possível ver a herança deixada pelos Sete Povos das Missões bem como nos museus regionais. 

 


São Miguel das Missões

Em São Miguel das Missões está localizada uma das maiores heranças dos antigos sete povos jesuíticos-guaranis, onde foi declarado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1983. No Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo estão preservadas diversas estruturas relacionadas com a planta da redução jesuítica bem como boa parte da igreja da época.

O que conhecer em São miguel das Missões

# Pórtico de entrada

O pórtico localizado na entrada do município é um monumento em homenagem aos missioneiros, e dá as boas vindas à que chega na cidade. Em sua estrutura é possível observar esculturas que representam São Miguel Arcanjo, mulheres, homens e crianças guaranis, o Padre Jesuíta São Cristóvão de Mendonza e Sepé Tiaraju. No frontão estão gravados a frase em guarani dita por Sepé Tiaraju durante a Guerra Guaranítica: Co Yvy Oguereco Yara (esta terra tem dono). 

importante portal de são miguel das missões

Pórtico de entrada da cidade

 

# Sitio Arqueológico São Miguel das Missões

Localizado no centro de São Miguel das Missões, o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo pode ser avistado de longe e impressiona pelo seu tamanho. Ao chegar no local é possível analisar uma maquete onde está representado toda a estrutura da redução jesuítica da época, onde pode-se ter uma ideia do tamanho da redução e como se organizavam os setores da mesma.  Recomendamos a contratação de um guia que irá explicar a história do local facilitando a compreensão sobre cada detalhe deste vilarejo, porém é possível visitá-lo por conta própria.

 

 

Esta redução chegou a possuir sete mil habitantes que trabalhavam na agricultura, cultivo de erva-mate e cuidavam do gado missioneiro. Mas foi durante a Guerra Guaranítica que toda essa organização chegou ao fim, com a revolta dos índios contra o Tratado de Madri em 1750 e pela expulsão dos jesuítas em 1767.

 

 

Caminhando pelo sítio arqueológico é possível perceber a dimensão e o grau de sofisticação que atingiram as obras do local, executadas pelos índios e padres entre os anos de 1687 e 1756. Ainda é possível avistar as fundações do antigo colégio, do cemitério, das oficinas  e das casas dos índios. Além disso, a igreja que foi a primeira obra a ser construída em pedra arenito se mantém de pé até os dias de hoje. 

Ruínas de São Miguel Arcanjo

Ruínas da Redução Jesuítica de São Miguel Arcanjo

Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo
Horário de Visitação no Sítio Arqueológico: 9hs ás 12hs – 14hs às 18hs, de Terça-feira a Domingo. Na Segunda-feira somente à tarde.
Valor de Ingresso: R$ 14,00 e R$ 7,00 para estudantes e idosos.
Telefone: (55) 3381-1399
E-mail de contato: parque.missoes@iphan.gov.br
Endereço: Rua São Nicolau, nº 860

 

# Museu das Missões

Localizado junto ao sítio arqueológico o Museu das Missões possui o maior acervo de imagens esculpidas do período Jesuítico-guarani do mundo. Em outras palavras é a maior e mais rica coleção de imagens de tamanhos que variam de 15 cm à 2,20m. Onde arte missioneira reflete a influência do barroco europeu da época e a fusão com os traços indígenas.

 

O projeto do museu foi realizado pelo arquiteto Lúcio Costa e  construído em 1940. O museu foi inspirado nas habitações dos missioneiros e possui uma grande varanda coberta por telhas de barro. Além da grande diversidade das peças expostas, a que mais chama a atenção é um grande sino em bronze. Esta incrível peça foi produzida na época da Redução de São João Batista e pesa cerca de 910 quilos, além disso, este sino estava na torre da Igreja de São Miguel Arcanjo. Visitar o museu é uma experiência incrível, e consequentemente a melhor forma de entender parte da história gaúcha. 

museu

Museu das Missões

Museu das Missões
Horário de Visitação: mesmo horário do Sítio Histórico São Miguel Arcanjo (informado acima).
Valor do Ingresso: apenas o valor da entrada do sítio.
Endereço do Museu: junto do Sítio Histórico São Miguel Arcanjo

 

# Espetáculo Som e Luz

O espetáculo é uma das atrações imperdíveis do local. Onde tem a duração de 50 minutos e conta a saga dos jesuítas e índios guaranis, desde seu surgimento, desenvolvimento e como foram destruídos os 7 povos das missões. Tudo isso narrado nas vozes de artistas renomados como Lima Duarte, Fernanda Montenegro entre outros. 

Além disso, a apresentação acontece todos os dias ao anoitecer dentro do sítio arqueológico onde a narração e o trabalho de luzes dão vida a história. Os ingressos estão à venda 1 hora antes do início do espetáculo na Secretaria Municipal de Turismo, em frente a guarita de acesso ao sítio.

 

Espetáculo

Espetáculo Som e Luz

Espetáculo Som e Luz
Horários do Som e Luz em Português – Diariamente – Inclusive feriados:
Novembro a Fevereiro – 20hrs30min
Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro – 20h.
Valor do Ingresso: R$ 25,00 e R$ 10,00 para estudantes e idosos

 


Santo Ângelo

O município de Santo Ângelo está localizado à 58 km de São Miguel das Missões. Foi nesta cidade que o último dos setes povos das missões foi construído chamado de Santo Ângelo Custódio. O centro histórico abrange a Catedral Angelopolitana, o Museu Municipal Dr. José Olavo Machado e a Praça Pinheiro Machado e seu entorno.  

mapa

Mapa de localização dos Municípios de São Miguel das Missões e Santo Ângelo

A redução de Santo Ângelo Custódio foi fundada em 1706, sendo a última redução a ser construída durante o ciclo missioneiro. Com a guerra guaranítica toda a redução foi destruída, restando poucos vestígios das antigas edificações. Sob as ruínas da antiga igreja da redução foi erguida a atual Igreja Matriz cujo o projeto seguiu os traços arquitetônicos da Igreja de São Miguel Arcanjo.

 

# Praça Pinheiro Machado

Na Praça Pinheiro Machado é possível avistar um Portal da antiga entrada da redução, onde o anjo da guarda guarani protege uma criança indígena. As esculturas em bronze e a arquitetura do portal representam o passado e o presente.

Portal

Portal antiga entrada da redução

O Túnel Missioneiro é composto por 30 arcos, e cada um deles possui o nome e a data de fundação de cada um dos Povos da Província do Paraguai. Consequentemente estes arcos estão dispostos em ordem de fundação, onde o último é o de Santo Ângelo Custódio tendo a Catedral Angelopolitana ao fundo. 

Arco que faz referência a última redução jesuítica de Santo Ângelo Custódio

Arco que faz referência a última redução jesuítica de Santo Ângelo Custódio

# Catedral Angelopolitana

A catedral foi edificada em 1929, possuindo um misto de estilos arquitetônicos como o barroco, o renascentista e o guarani. Suas fachadas em pedra grês ou arenito são ricamente adornadas com diversos detalhes com arcos, colunetas, molduras, esculturas e ornamentação. Sendo executada com uma réplica semi-fiel da Igreja construída no século XVI no povoado de São Miguel Arcanjo. 

Catedral Agelopolitana

Catedral Agelopolitana

Por outro lado a parte interna da catedral é completamente diferente da parte externa, possuindo diversas pinturas, afrescos, vitrais e ornamentos. Dentro dela existem 12 lamparinas que nunca se apagam, as quais fazem referência aos 12 apóstolos, tal qual as doze colunas da catedral construída onde hoje é o Sítio Arqueológico de São miguel Arcanjo.

 

Além disso, ao lado da atual igreja estão alguns vestígios das ruínas da redução de Santo Ângelo Custódio. Como resultado das escavações realizadas, é possível ver parte do piso da redução em “janela arqueológica”. Além de diversos artefatos e utensílios utilizados na redução.

 

 

 

# Museu Municipal Dr. José Olavo Machado

O Museu Municipal Dr. José Olavo Machado foi criado em 1985, e possui um pequeno acervo da cultura guarani pré-jesuítica e do povo missioneiro, está localizado em uma edificação construída entre os anos de 1986-1870.

Museu Munipal Dr. José Olavo Machado

Museu Munipal Dr. José Olavo Machado Fonte: http://museuolavomachado.blogspot.com/


Onde ficar em São miguel das Missões

A cidade infelizmente possui pouca infraestrutura de hotéis e restaurantes. Mas o hotel onde ficamos hospedados  chamado de Tenondé Park Hotel tornou nossa hospedagem na cidade mais confortável.  Certamente a ótima localização, estando a 500 metros das ruínas fez toda a diferença já que é o principal atrativo da cidade.

Tenondé Park Hotel

Tenondé Park Hotel

Além da localização, o hotel possui um estilo arquitetônico  Barroco Missioneiro, com varandas em formato de arco que retomam o estilo das casas antigas.  A infraestrutura do hotel é ótima, conta com uma área externa e interna para todas as idades além de um bistrô que serve refeições deliciosas.

Tenondé Park Hotel
Rua 604, São Miguel das Missões
Telefone: (55) 3381-2000
Site: https://tenonde.com.br/

 


Resumindo, conhecer um pouco da história dos Sete Povos das Missões foi incrível, se você estiver na região não deixe de visitar os sítios arqueológicos de São Miguel das Missões e de Santo Ângelo. Vale a pena!

 



IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 

 Salve este post no seu Pinterest, para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.

ruínas de são miguel das missões

 


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

 

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *