parallax background

Gruta do Lago Azul – Bonito/MS

22 de maio de 2018
Mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa – Bonito/MS
22 de maio de 2018

O passeio contemplativo à Gruta do Lago Azul, é realizado dentro de uma caverna, que atualmente é uma das maiores cavidades inundadas do mundo. O local do passeio esta distante 21 km do centro de Bonito, sendo necessário o deslocamento até la. A duração do passeio é de 90 minutos.

Após o grupo estar formado, o guia nos entrega uma touca higiênica e um capacete, para iniciarmos a trilha de 200 metros até a entrada da cavidade. A partir deste momento a descida com 300 degraus até a gruta é feita por uma escadaria rústica bem íngreme e que não possui guarda-corpo.

Descida pela Gruta do Lago Azul

Ao longo da descida o guia faz algumas paradas para descanso e para que os visitantes tirem algumas fotos. Ele também faz uma explanação com relação as rochas e as formações geológicas. Ao final da descida, nos deparamos com o Lago azul turquesa lindíssimo. Ficamos contemplando aquele lugar por cerca de 10 minutos, tiramos muitas fotos, e começamos o retorno pelo mesmo percurso.

Vista do Lago

A profundidade da gruta ainda é um incógnita, já se chegou a 87 metros e não foi avistado o seu fundo. O melhor horário para visitação é nas primeiras horas da manhã, quando o azul fica mais intenso. E pelo oque o guia nos falou, entre dezembro e início de janeiro o azul fica mais intenso.

Segundo o guia foram encontrados fósseis de animais pré-históricos como uma preguiça gigante e o tigre dente de sabre dentro do lago, durante uma expedição Franco-Brasileira no ano de 1992. Como a Gruta é considerada o cartão postal da cidade, é um dos passeios mais procurados, reserve com antecedência para não deixar de conhecê-la, tendo em vista que há um limite diário de visitação.

O que levar na Gruta do Lago Azul:

– Câmera Fotográfica;

– Repelente;

– Protetor solar;

– Sapato fechado;

– Dinheiro para consumo extra;

O lugar impressiona não só pelo tamanho e beleza do lago, mas também a formação das estalactites e estalagmites, que surgem dentro da caverna. Esse passeio vale muito a pena ser feito.

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Fique por dentro de todas as novidades do Viajeiros! Digite seu e-mail e receba nossos posts em primeira mão.

Name
Email *