fundo parallax

Cruzando o Estreito de Magalhães – Chile

30 de junho de 2020
cânion do funil
Cânion do Funil
25 de junho de 2020

 

Cruzando o Estreito de Magalhães entre Rio Gallegos/Tierra del Fuego

 

Para chegar a Ushuaia é necessário atravessar o Estreito de Magalhães, uma passagem de 5 km localizada no extremo sul das Américas onde o Oceano Atlântico encontra o Pacífico. Nossa passagem foi partindo de Rio Gallegos rumo a Tierra del Fuego.

Mapa Estreito de Magalhães e local de travessia

O estreito leva esse nome, devido ao navegador Fernão de Magalhães que foi a primeira pessoa a navegar por este local em 1520. O estreito de Magalhães une os dois oceanos Pacifico e Atlântico e separa em apenas 5 km os dois pedaços de terra, a América do Sul do arquipélago de ilhas da Terra do Fogo.

 


Como atravessar?

Ao chegar no estreito você vai encontrar um pequeno porto onde ali atracam as grandes balsas, que levam veículos de grande e pequeno porte até o outro lado. É a única forma de atravessar o estreito.

porto de acesso a balsa estreito de magalhães

Porto de embarque

Geralmente os carros vão formando uma fila próxima do local de embarque. As motos ficam próximas da entrada aguardando a instrução do balseiro que indicará onde deve estacionar. Já dentro da balsa, procure ficar próximo da moto.

estreito de magalhães

Entrando na balsa

 


O Trajeto

A empresa que faz a travessia se chama Transbordadora Austral Broom, a partir das 8:30 se iniciam as travessias pelo Estreito de Magalhães que vão até a meia noite. O trajeto do barco leva em torno de 30 minutos, e a cada uma hora tem uma saída de cada lado.

Após as portas se fecharem, rapidamente a balsa parte de onde estava e inicia a pequena travessia. Permaneça próximo da moto ao longo do trajeto, pois devido aos fortes ventos a balsa pode balançar e a moto poderá cair.

 


Pagamento

Com relação ao pagamento você deve se deslocar até uma cabine dentro da balsa onde é feito a cobrança por passageiro e tipo de veículo. O pagamento pode ser feito em Pesos Chilenos, Pesos Argentinos e Dólar Americano.

estreito de magalhães

Dentro da balsa rumo a Tierra del Fuego

 

A balsa

Nas laterais da balsa estão localizados alguns espaços onde é possível aguardar a travessia sentando e protegido do vento, ali também você irá encontrar um café. No andar de cima é possível observar o trajeto através do parapeito, caso esteja ventando muito eles não permitem a subida.

estreito de magalhães

A moto fica solta dentro da balsa

 


O que você precisa saber:

– Fique atento ao fuso-horário que muda da Argentina para o Chile;
– Horário de funcionamento da balsa: 8:30 hs às 00:00;
– Ticket do transporte da moto: U$13,00;
– Ticket transporte carro: U$ 27,00;
– Valor por passageiro: U$ 3,00;
– Formas de pagamento: Peso Argentino, Peso Chileno e Dólar Americano;
– Horário de funcionamento: 8:30 hs às 00:00hs;
– Ao lado do ponto de embarque da balsa em Rio Gallegos tem um café muito bom.

estreito de magalhães

Tierra del Fuego

 


Passar pelo Estreio de Magalhães com certeza foi surpreendente, o lugar é realmente fascinante. Entretanto, reserve este dia da travessia somente para faze-la. Pois na região você não ira encontrar muitos locais para hospedagem e os tramites nas aduanas principalmente em finais de semana são bem demorados.

 


Abaixo produzimos um vídeo da nossa passagem pelo Estreito de Magalhães no Chile.

 

 

 


IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 

 Salve este post no seu Pinterest, para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.

ESTREITO DE MAGALHÃES

 


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

 

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *