parallax background

COPACABANA/BOLÍVIA: tudo o que você precisa saber

22 de maio de 2019
Roteiro de dois dias em Cusco
15 de maio de 2019
Passeio pela Isla del Sol e Isla de la Lua: tudo o que você precisa saber
31 de maio de 2019


QUANTOS DIAS FICARONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER | COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


Se você acha que o Bairro mais famoso do Rio de Janeiro deu origem ao nome desta cidade boliviana, é bem ao contrário. Foi uma réplica da imagem de Nossa Senhora de Copacabana, trazida por comerciantes bolivianos e peruanos que deu origem ao nome atual do bairro e da praia de Copacabana. Se quiser saber mais sobre esta história acessehttp://cidadecopacabana.com.br/origem-e-historia-de-copacabana/   

Esta pequena cidade boliviana está localizada às margens do Lago Titicaca, considerado o lago navegável mais alto do mundo, com 3.821 metros de altitude. Copacabana é o destino de muitos turistas, pois é a partir dela que se chega até a mística Isla del Sol, uma ilha sagrada para os incas.

Mapa Área Central de Copacabana


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDAR |  QUANDO IR | ONDE COMER |  COMO IR PARA ISLA DEL SOL |
 O QUE FAZER EM COPACABANA |


QUANTOS DIAS FICAR

Algumas horas na cidade é o suficiente para conhecer os principais pontos turísticos e ainda ao final do dia apreciar um lindo pôr do sol do Lago Titicaca. Já para conhecer a Isla de la Luna e a Isla del Sol é bom incluir mais um dia inteiro na sua programação.

Vista do quarto do hotel


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDAR QUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


ONDE SE HOSPEDAR

Nos hospedamos no Hotel Lago Azul que fica às margens do lago Titicaca e dali é possível ter uma linda vista. Nosso quarto possuía grandes janelas com vista para o lago e para parte da cidade. Escolhemos este hotel devido ao seu custo benefício e por ter uma boa avaliação no Booking, além de estacionamento privado. Recomendamos.

Hotel Lago Azul

Av Costanera
Site: https://hotellagoazulcopacabana.club/
Valor diária: R$170,00

Mais opções de hospedagem em Uyuni:

  • Hotel la Cúpula (site): bem localizado e recomendado. Valor médio diária: R$195,00 (quarto duplo)
  • Hotel Rosário Lago Titicaca (site): fica um pouco afastado do centro, mas dizem que é bom. Valor médio diária: R$ 284,00 (quarto duplo)


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


QUANDO IR

A melhor época para se conhecer é no período de seca. Os meses de maio até setembro são os mais indicados, pois não chove e o céu fica sem nuvens e estrelado.


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


ONDE COMER

Como estávamos vindo do Peru e em diversos locais lemos sobre as recomendações para ter cuidado com relação a procedência dos alimentos e evitar a comida de rua, resolvemos seguir algumas indicações de restaurantes de pessoas que já passaram por lá.

# Restaurante La Orilla

Optamos por este restaurante muito bem recomendado pelo tripadvisor, localizado na Avenida 6 de Agosto. O ambiente é bem agradável e limpo. Pedimos uma truta recheada e um filé mignon com molho de pimenta. O filé estava ótimo e a truta nem tanto, mas o mais importante é que ninguém passou mal.

Outros restaurantes bem avaliados pelo Tripadvisior:

# Pan America
Serve Pizza, opções vegetarianas e veganas
Endereço: Plaza 2 de Febrero

# La Cúpula Restaurant
Cozinha sul-americana, opções vegetarianas e veganas
Endereço: Michel Perez


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


COMO IR PARA A ISLA DEL SOL

Compramos os tickets do passeio onde ficamos hospedados, no hotel Lago Azul, e o valor pago é o mesmo das agências de turismo da cidade. O ponto de embarque fica bem próxima da âncora branca, Monumento Avaroa.

Ponto de embarque

Partindo de Copacabana você tem três opções para chegar até a Ilha do Sol:

  • OPÇÃO 01: Barco Comum (só ida)

Todos os dias saem barcos de Copacabana em direção a Isla del Sol, nos horários: 8:30hs e as 13:00hs. É possível comprar a passagem somente de ida, caso você vá pernoitar na ilha. O valor é de 20 bolivianos (R$ 11,60). O desembarque é feito no porto de sua preferência no lado sul da ilha. Para retornar à cidade é necessário comprar a passagem no porto da ilha no valor de 25 bolivianos (R$14,50). Todos os dias os barcos retornam à cidade em dois horários, as 10:30hs e 16:00hs.

  • OPÇÃO 02: Isla de la Luna e Isla del Sol com barco privativo

Caso você tenha pouco tempo, uma das opções é pegar um barco privativo e fazer as duas ilhas vizinhas, no horário de sua preferência. É possível contratar este passeio em uma das agências de turismo e ou diretamente com os barqueiros que sempre estão junto de seus barcos na beira do lago. O valor é um pouco salgado: 600 bolivianos (R$ 348,00).

  • OPÇÃO 03: bate e volta na Isla de la Luna e Isla del Sol com guia

Todos os dias saem barcos em dois horários: as 8:30hs e as 13:00hs. É possível comprar passagens de ida e de volta, e escolher fazer o passeio com ou sem guia. Para quem sai com o barco das 8:30hs vai ter mais tempo disponível para conhecer a ilha. Já quem pretende pegar o barco das 13:00hs o tempo de permanência na ilha será mínimo, já que o último barco retorna para a cidade as 16:00hs.

Embarcação que faz o passeio até a Isla del Sol

Nós escolhemos sair com o barco das 8:30hs, assim aproveitamos bem o dia nesta ilha tão importante para os incas. O valor da passagem de ida e volta foi de 40 bolivianos (R$ 23,20) por pessoa com guia.


QUANTOS DIAS FICAR | ONDE SE HOSPEDARQUANDO IR | ONDE COMER |COMO IR PARA A ISLA DEL SOL | O QUE FAZER EM COPACABANA |


O QUE FAZER EM COPACABANA

Começamos a explorar a pequena cidade pela Avenida Costanera, onde fica o hotel que estávamos hospedados. Ali as margens do Lago Titicaca está o Monumento Avaroa, uma grande âncora branca que foi erguida às margens do lago em homenagem ao Don Eduardo Avaroa, herói na Guerra do Pacífico. É próximo desta âncora que fica o ponto de encontro para pegar o barco rumo a Ilha do Sol.

Monumento Avaroa

Subindo pela Avenida 6 de Agosto cheia de lojas de artesanato, agências de turismo, bancos e restaurantes, é possível passar pela Plaza Sucre de onde chegam e partem muitos ônibus em direção a La paz. Mais à frente se chega até a praça principal chamada de Plaza 2 de Febrero e a sua frente está a imponente basílica.

Basílica de Nossa Senhora de Copacabana

A basílica é uma atração à parte, é nela que se encontra a imagem de Nossa Senhora de Copacabana, a padroeira da Bolívia. Com um estilo arquitetônico renascentista ela foi erguida em 1550 e passou ao longo dos anos por diversas ampliações, devido ao aumento do número de pessoas que frequentavam a igreja. Sua cor branca e seu tamanho imponente, faz com que a basílica se destaque no seu entorno.

Basílica de Nossa Senhora de Copacabana

No interior da basílica está a imagem da padroeira da Bolívia, que foi talhada por Francisco Tito Yupanqui, descendente direto da linhagem real Inca que se converteu ao catolicismo. A imagem é linda e mostra uma mescla de culturas e adoração à Virgem e à Pachamama. A imagem é ricamente enfeitada com detalhes em ouro e joias. Infelizmente, não é permitido tirar fotos dentro da basílica em respeito ao templo religioso, mas recomendamos a visita.

 

Cerro Calvário

Caminhando mais 10 minutos é possível chegar ao Cerro Calvário, de onde se tem uma vista muito bonita do lago. Neste cerro todos os anos os fiéis de Copacabana se dirigem em peregrinação, carregando pedras que representam os seus pecados. Muitas pessoas aproveitam para fazer penitência. Também é possível subir o cerro para contemplar o pôr do sol.

Pôr do Sol em Copabacana na Bolívia

Nossa passagem por Copacabana foi curta, pois optamos em conhecer a Isla del Sol e a Isla de la Lua, mas nem por isso menos interessante. Valeu cada minuto que passamos neste lugar.



IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 

 Salve este post no seu Pinterst para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.

 


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se

Fique por dentro de todas as novidades do Viajeiros! Digite seu e-mail e receba nossos posts em primeira mão.

Name
Email *