fundo parallax

ROTEIRO DE 4 DIAS NA CHAPADA DIAMANTINA

16 de outubro de 2019
Oktoberfest de Blumenau 2019: tudo o que você precisa saber
8 de outubro de 2019
17 Dicas para você aproveitar a Oktoberfest de Blumenau
23 de outubro de 2019

Basicamente, as atrações turísticas mais importantes da Chapada Diamantina estão concentradas próximas a cidade de Lençóis. O que facilita a montagem de um roteiro de viagem, seja de 1,2,3 ou 4 dias.

 

Para aproveitar bem cada momento no destino, indicamos em alguns passeios contratar uma agência de turismo pois o acesso a determinados atrativos está em péssimas condições. Definimos nos hospedar em Lençóis e a partir dali nos deslocar para os atrativos da região, pois a cidade possui uma boa infraestrutura turística, com diversos hotéis e pousadas, além de muitos restaurantes.

 

Roteiro de 4 dias na Chapada Diamantina

 

Abaixo descrevemos os atrativos da chapada que você não deve deixar de conhecer, e que pode te ajudar na definição do seu roteiro pela região. Mas se você tem somente dois dias para conhecer a Chapada Diamantina, te recomendamos os passeios do dia 1 e 2 do roteiro abaixo. É possível chegar a todos os atrativos de carro, moto e ou por conta própria, porém alguns deles é exigida a contratação de um guia para acessar a área do atrativo.

 

 

DIA 01 

Comece pelo destino mais distante já que você estará mais descansado. Neste passeio contratamos a Agência de Turismo Nas Alturas, pois é percorrido em torno de 320 km sendo a maioria por estrada de chão, que não está em boas condições. Nesta situação preferimos deixar a moto no hotel, e contratar uma agência de turismo. Mas é possível chegar de carro ou moto e sem guia até os atrativos.

Pelo caminho

O Poço Azul e Poço Encantado são dois dos atrativos principais da Chapada Diamantina, na Bahia. Cerca de uma hora separa cada um dos atrativos, que ficam nos municípios de Nova Redenção e Itaetê.  O ideal é destinar um dia inteiro para conhecer estes dois locais, principalmente na alta temporada onde se formam longas filas.

Mapa trajeto para os dois atrativos

QUANDO IR

Como os dois atrativos são cavernas e possuem um lago em seu interior, a melhor época para ver os raios solares incidindo no lago é entre os meses de abril a setembro, e especialmente em junho e julho. A iluminação acontece no Poço Azul das 13:30 às 14:30 e no Poço Encantado das 9:30 às 13:30. Mesmo que você não consiga ir na época ideal os dois atrativos são muito bonitos e vale a visita de qualquer forma.

Especialmente no verão entre novembro e janeiro, a iluminação costuma ser maior deixando a água ainda mais azul e o tempo de duração é das 10hs às 16hs. O único detalhe que pode deixar menos bonito o visual dos poços é se o céu estiver muito nublado que impeça a passagem da luz.

 

  • Poço Encantado

Localizado no município de Itaête, e distante 141 km de Lençóis, o Poço Encantado é um daqueles lugares para contemplar. O poço foi descoberto em 1948, possui 98 metros de comprimento e 49 metros de largura, onde as combinações das formações rochosas, a incidência da luz solar e a transparência da água fazem deste atrativo um lugar mágico.

 

É recomendado o uso de tênis ou calçado fechado, já que para entrar na caverna é necessária utilização de capacetes com iluminação. Este é o único atrativo da Chapada Diamantina onde crianças menores de 12 anos não podem entrar.

Com touca e capacetes equipados com lanternas se inicia o passeio, descendo por uma escadaria de pedras, onde o corrimão é feito de cordas. Chegando na boca da caverna é necessário ligar as lanternas, para fazer uma pequena caminhada até o ponto de observação onde o guia direciona todo mundo.

 

Você vai levar um certo tempo para conseguir entender onde começa a água e terminam as pedras, pois a água é tão transparente que não se tem um ponto de referência. É possível ver alguns troncos de árvores à uma profundidade de 48 metros, sendo que o fundo do poço chega a 61 metros. Mas o mais impressionante, é que em alguns momentos você não consegue ter uma referência seja da profundidade ou do nível da água.

Poço Encantado

O lugar é incrível, e quando os raios solares incidem na água a deixando azulada você fica realmente “encantado”. É um espetáculo da natureza, em que podemos presenciar a beleza de um lugar, onde a mágica entre a rocha calcaria, a transparência da água e o toque dos raios solares tornam esse lugar especial. 

 

Poço Encantado, em Itaetê.
Distâncias de carro saindo de: Andaraí  45 km, Mucugê 47 km, Lençóis 141 km.
Melhor época para ver o raio: 01 de abril a 10 de setembro
Melhor horário para ver o raio: das 10h às 13h30
Taxa de visitação: R$ 30,00 por pessoa

 

  • Poço Azul

O Poço Azul possui 40 metros de extensão e 20 metros de largura, e devido a água corrente que circula por ele a ação humana não afeta a visibilidade, sendo possível fazer flutuação com snorkel. O poço azul é o maior sítio paleontológico submerso do Brasil, onde fósseis de diversos animais foram retirados a mais de 15 metros de profundidade.

O local do atrativo tem estacionamento e um restaurante com buffet de comidas típicas baianas e da região, além de uma lanchonete. No pacote que fechamos com a agência contemplava o almoço, onde foi bem interessante provar alguns pratos típicos da região.

Restaurante Poço Azul

Neste passeio é recomendado o uso de chinelos e roupas de banho, já que ao chegar o visitante deverá tomar uma ducha em um chuveiro de água gelada, antes de entrar no poço azul.

 

O acesso ao Poço Azul é por uma escadaria estreita, e em pouco minutos você chega até a entrada do atrativo. A cada 20 minutos um grupo pode fazer a flutuação, usando coletes salva-vidas e snorkel fornecido pelo atrativo. A temperatura da água fica em torno de 24 graus durante o ano todo, e fazer uma flutuação dentro de uma caverna é uma experiência muito legal, apesar de só poder ficar 20 minutos dentro da água.

Poço Azul visto da escadaria de acesso

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Poço Azul, em Nova Redenção.
Distâncias de carro saindo de: Andaraí 46 km, Mucugê 64 km, Lençóis 86 km.
Melhor época para ver o raio: de 08 de fevereiro a 20 de outubro
Melhor horário para ver o raio: 12h30 às 14h00
Taxa de visitação: R$ 30,00 por pessoa. Inclui equipamento de flutuação.
Agência Nas Alturas – Chapada Diamantina
Endereço: Rua 10 de novembro, 26
Horário: todos os dias das 8:00 às 22:00hs
Telefone: (75) 3334-1054
Valor do passeio: R$280,00 por pessoa (incluso entradas nos receptivos, deslocamento e almoço)

 

DICAS:

– Para não pegar filas, procure visitar os poços fora de feriados prolongados e período de férias.

– Evite usar creme de cabelo, hidratante e protetor solar antes de ir ao Poço azul. Mesmo sendo obrigatório tomar uma ducha antes de entrar, isso contribui para diminuir as impurezas do corpo e manter a água sempre limpa.

 

À NOITE

Para a noite, nossa dica é o Restaurante Lampião, que serve uma entrada de queijo coalho com melaço de cana e molho pesto de coentro e amendoim, que é uma verdadeira gostosura. Para jantar pedimos uma moqueca de camarão que estava deliciosa.


 

DIA 02

Procure definir os atrativos que estão para o mesmo lado, assim facilita o deslocamento e melhor aproveitamento do dia. Todos os atrativos que iremos sugerir neste dia, podem ser realizados de carro ou moto, por conta própria sem acompanhamento de guia.

Tanto a Gruta da Lapa Doce como a Gruta da Pratinha estão localizados no Município de Iraquara, já o Morro do Pai Inácio fica no caminho para as duas grutas. Deixe para visitar o Morro do Pai Inácio quando estiver retornando para Lençóis, assim terá mais tempo livre para contemplar o Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Mapa localização dos atrativos

  • Gruta da Lapa Doce

Com mais de 25 quilômetros de extensão, é considerada a terceira maior gruta do Brasil, e está dentro de uma propriedade privada. Caminhar em meio as fantásticas formações rochosas e total escuridão, é uma experiência única.  São oferecidas três opções de passeio, com diferentes extensões e atrativos.

Receptivo Gruta da Lapa Doce

O receptivo do atrativo conta com um restaurante e sanitários, são fornecidos capacete e lanterna, e os grupos são acompanhados por um guia local.

Nossa escolha de passeio foi pela menor extensão. Partindo dali, são cerca de 15 minutos de caminhada até a entrada da gruta. É percorrido cerca de 850 metros dentro da gruta em 1:30h, e praticamente todo o trajeto é feito com o auxílio das lanternas.  Ao longo do caminho são encontrados diversos estalactites, estalagmites e outras lindas formações rochosas onde o pé direito chega à 25 metros de altura.

Em determinado momento o guia pede para que todos sentem no chão, desliguem suas lanternas e fiquem em silêncio. Na escuridão total e completo silêncio é possível sentir a natureza te abraçando. A sensação e incrível!

Interior da Gruta

Gruta da Lapa Doce
Município: Iraquara – BA
Valor: 30,00 por pessoa

 

  • Gruta da pratinha e Gruta Azul

As duas grutas estão localizadas dentro da Fazenda Pratinha, e quem visita o local pode aproveitar as duas atrações e de quebra passar o dia por lá se quiser. O lugar possui uma ótima infraestrutura, com restaurante, banheiros e muitas opções de atividades como: tirolesa, flutuação caiaques, pedalinhos e trilhas. Optamos por almoçar neste local, o buffet oferecido tem várias opções de comidas típicas da região e o local é muito agradável.

 

# Gruta da pratinha

Na gruta da pratinha se pode chegar caminhando até a entrada da gruta, onde as águas cristalinas do rio pratinha criam um cenário lindíssimo contrastando com as formações rochosas calcárias. O que rende belas fotos. Porém só é possível acessar o interior da gruta da pratinha contratando a flutuação, que não está inclusa no valor pago na entrada.

Entrada da Gruta da Pratinha

# Flutuação pelo Rio Pratinha

A flutuação pelo rio pratinha passa por dentro da gruta que leva o mesmo nome. As águas cristalinas deixam o passeio ainda mais bonito, e é possível conhecer o interior da gruta. A flutuação tem duração de meia hora, sendo fornecido o snorkel, colete salva-vidas e pé de pato. Nesta flutuação é possível ver muitos peixes e formações rochosas incríveis.

Flutuação na Gruta da Pratinha

# Rio Pratinha

As margens do rio pratinha você pode tanto mergulhar nas águas cristalinas do rio pratinha, como também andar de pedalinho ou de caiaque. A água é um tanto fria, já que brota da gruta, mas o cenário é lindíssimo.

Rio Pratinha

 

# Gruta Azul

A gruta Azul está localizada bem próxima do receptivo da fazendo, cerca de 500 metros de distância, e possui cerca de 70 metros de profundidade e é outro local para contemplação. Entre as 14h e 15h é período onde o sol invade a gruta, e o lago ganha cores azuladas rendendo assim lindas fotos. Não é possível fazer mergulho e flutuação no local, somente contemplação. Seu acesso é por uma escadaria bem íngreme de pedras com corrimão de madeira.

Gruta Azul – Fazenda da Pratinha

Fazenda da Pratinha
Município: Iraquara – BA
Entrada: R$ 40,00 por pessoa
Ensaio fotográfico: R$ 80,00
Flutuação: R$ 50,00
Tirolesa: R$ 20,00
Gruta Azul: gratuito
Gruta da Pratinha: gratuito

 

  • Morro do Pai Inácio

A 1150 metros de altitude é possível ter uma visão em 360 graus, do Parque Nacional da Chapada Diamantina, bem como a paisagem emblemática que representa a chapada, porém está fora da área do parque. O local conta com estacionamento e uma guarita de entrada. O seu acesso é por meio de escadas de madeiras em meio a caminhos entre pedras.

 

A paisagem vista do topo do Morro do Pai Inácio é linda, e a tarde e no final do dia com o pôr do sol fica ainda mais encantadora.

Vista do Morro do pai Inácio

O nome do morro tem origem em uma lenda existente na região. Que fala de um escravo chamado Inácio, que se apaixonou pela esposa de um coronel. Quando o romance foi descoberto, o coronel mandou os pistoleiros atrás de Inácio. O mesmo ficou encurralado no alto desta montanha, e não tendo como escapar, saltou com a sobrinha da amada. Os pistoleiros deram Inácio como morto ao ver a sombrinha caindo. Mas Inácio havia pulado em uma pedra, de onde os pistoleiros não poderiam avista-lo. Diz a lenda que muitos viram Pai Inácio correndo entre os vales para nunca mais voltar.

Vista de cima do Morro do Pai Inácio

Morro do Pai Inácio
Endereço: BR 242 – Palmeiras BA
Horário: Todos os dias das 09:00 às 17:00
Valor: 12,00 por pessoa

 

À Noite

Como nunca tínhamos provado acarajé, pedimos uma indicação para o pessoal da pousada que indicaram o Acarajé da Zenaide. E lá fomos nós até onde nos foi indicado, onde várias barraquinhas estão localizadas ao lado da igreja da cidade. Pedimos a opções de acarajé no prato, que é mais fácil de comer. E nos surpreendemos com a quantidade de porções que vem no acarajé. Vem um bolinho de pão, feijão, vatapá, vinagrete, molho de quiabo e camarão no bafo. E você escolhe a quantidade de pimenta pelos termos, quente (muito apimentado) ou frio (pouco apimentado). Nesta noite nossa janta foi essa, é um prato interessante, muito bem servido e um pouco pesado para a noite.  Mas valeu a experiência e custou R$12,00 cada um.

 


DIA 03

 

Localizada a aproximadamente 80 quilômetros de Lençóis, a Cachoeira da Fumaça está entre os mais bonitos cenários da Chapada Diamantina. É possível sair de Lençóis ou então pernoitar em Vale do Capão, sendo esta última opção a menos cansativa. Os passeios podem ser feitos para avistar a cachoeira tanto por cima como por baixo. O mais fácil, porém, não tão tranquilo é ver a cachoeira por cima. A ideia é chegar aos diferentes mirantes, de onde se pode ter uma vista dos 400 metros de queda d’água.

Mapa de localização Cachoeira da Fumaça

O passeio leve praticamente o dia todo, onde são percorridos 12 quilômetros entre ida e volta, por uma trilha onde os primeiros quilômetros exigem um certo preparo físico. Para conhecer a cachoeira por baixo, a trilha tem um nível de dificuldade alto, e são 36 quilômetros de caminhada no total. Caso você pretenda fazer a trilha mais extensa, é importante se programar com antecedência para contratar um guia ou uma agência que faça este passeio.

Trilha
Fonte: PCND

No período de chuvas, a trilha apresenta diversos trechos alagados. É recomendado levar um calçado que possa molhar ou então sapatilhas de caminhada, próprias para entrar na água. Na época de seca, a Cachoeira da Fumaça pode ficar quase sem água, diminuindo assim o fluxo da queda d’água. Ao final do passeio nada mais justo que deixar uma contribuição para a brigada de incêndio do Vale do capão, já que não é cobrada taxa de entrada ao atrativo.

Cachoeira da Fumaça vista de cima
Fonte: Dimitri de Igatu

A vista da Cachoeira da Fumaça vale qualquer esforço, e com certeza deve estar em sua lista de passeios na Chapada Diamantina. Se você não tem um tour contratado com uma agência de turismo, recomendamos que contrate um guia na entrada da trilha para a Cachoeira da Fumaça, ou então pelo site da Associação dos Condutores de Visitantes do Vale do Capão.

 

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:

Distância do Vale do Capão até o início da trilha: 3km;
Distância de Lençóis até o início da trilha: 80km;
Distância de Palmeiras até o início da trilha: 21km;
Distância da trilha a pé: 6 km de ida e 6 km de volta, onde os 2 primeiros quilômetros são de subida bem íngreme, depois o trajeto é em terreno plano.
Lanche: leve algo para comer e água;
O que você vai ver neste passeio: Cachoeira da Fumaça vista de cima por diferentes mirantes e Riachinho.
Valor entrada no Parque: não é cobrado ingresso para o visitante
Valor passeio por agência por pessoa: R$ 190,00 dependendo do roteiro;
Valor do guia particular grupo de até 4 pessoas: R$ 150,00 à R$ 200,00
Guia: não é obrigatório a contratação de guia para acessar o parque, mas é recomendado que se contrate, devido ao alto grau de dificuldade da trilha.

 

À Noite

Para a noite se você estiver hospedado em Lençóis nossa indicação é o El Jamiro, que tem opções de mesas na rua. Eu escolhi um filé mignon ao molho de gorgonzola e espaguete de ervas finas. O Thiago escolheu um filé ao molho de vinho tinto, cebolas caramelizadas e espaguete com molho branco. Estava tudo uma delícia, o ambiente é muito agradável e o atendimento é muito bom.

Ruas de Lençóis à noite


DIA 04

Outro atrativo imperdível da Chapada Diamantina é a Cachoeira do Buracão, que está localizada no município de Ibicoara, a 255 quilômetros de Lençóis. É possível fazer o passeio saindo de Lençóis ou então se hospedar em uma das pousadas de Ibicoara.

Mapa localização atrativo

O município é pequeno, e ainda está se estruturando para receber os turistas. Ficamos hospedados na Pousadas Flor de Lótus, localizada na estrada que vai para a Cachoeira do Buracão. Como este passeio foi o que mais curtimos, fizemos uma postagem a com todos detalhes e mais dicas da Cachoeira do Buracão e de atrativos no meio do caminho, clique aqui.

O receptivo do Parque Natural Municipal do Espalhado fica à 30 quilômetros de Ibicoara, só é possível entrar no parque acompanhado de um guia local. Para conseguir um guia você pode ir até o receptivo, que eles te indicam alguém ou falar com o pessoal das pousadas. Quem nos acompanhou nesta aventura foi o Guia Flávio, uma pessoa muito comunicativa, e sempre cauteloso com relação a segurança no passeio.

Entrada no Parque Natural Municipal do Espalhado

A trilha de pouco mais de 3 quilômetros possui um grau de dificuldade de leve à moderado. Ao longo do caminho o guia vai fazendo algumas paradas para apreciar e fotografar as lindas paisagens e belas cachoeiras, como a do Buracãozinho, a Cachoeira das Orquídeas e a Cachoeira do Recanto.

Cachoeira das Orquídeas

Ao chegar no Buracão que ainda não pode ser visto já é possível ouvir o barulho da queda d’água. Após vestir o colete salva-vidas e deixar sua mochila e pertences, são duas as opções para chegar até a cachoeira, por uma trilha pelo paredão rochoso (eu particularmente acho um tanto perigoso) ou se jogar nas águas escuras (efeito dos resíduos orgânicos da mata) e ir nadando.

Corredor rochoso que te acompanha até a cachoeira

Te garanto que se jogar nas águas escuras e geladas deste lugar incrível, é a melhor opção que você tem. Assim você vai nadando por um corredor de pedras esculpidas pela força das águas da cachoeira, e chega até o enorme buraco de onde uma queda de 85 metros de água cai com uma força tremenda. Sensação quase que impossível de descrever, o lugar é mágico!

Cachoeira do Buracão

Depois de 1 hora dentro d’água o caminho de volta a nado é mais tranquilo, pois a correnteza está a seu favor. O retorno é pelo mesmo caminho, porém com mais uma parada para ver a Cachoeira do Buracão de cima. A vista é muito bonita, e dali sim, dá para ter uma noção do tamanho desta queda d’água.

Cachoeira do Buracão vista de cima

Se está na dúvida de fazer ou não este passeio, o que podemos te dizer é: faça, abra mão de qualquer outro passeio, mas não deixe de conhecer este lugar incrível com uma energia maravilhosa.

 

DICAS:

 – Para aproveitar melhor seu tempo na Chapada Diamantina, sugerimos que você saia de manhã de Lençóis e vá para Ibicoara, já combinado com um guia e com alguma pousada reservada. Assim o passeio fica mais barato, do que pegar uma agência de turismo saindo de Lençóis e evita assim um trajeto muito longo de ida e volta de carro. Você também terá mais tempo para aproveitar este que é um dos principais atrativos da chapada.

 – Leve um lanche e água, pois o passeio leva em torno de 6 horas e no parque não tem nenhum local com venda de lanches e água.

 – Nossa dica de hospedagem é a Pousada Flor de Lótus, que fica no caminho para a Cachoeira do Buracão, onde fomos muito bem recebidos pela proprietária da pousada a D. Conceição. A noite jantamos na pousada mesmo, um delicioso bife à parmegiana. Ótima estadia e atendimento.

Bife a parmegiana delicioso

 – Para saber todos os detalhes e ver a postagem completa deste dia incrível na Cachoeira do Buracão, e mais dicas de paradas no caminho até Ibicoara clique aqui.

 

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:

Distância de Ibicoara até o Parque: 30km;
Distância de Igatu até o Parque: 106km;
Distância de Mucugê até o Parque: 106km;
Distância de Andaraí até o Parque: 154km;
Distância de Lençóis até o Parque: 255km;
Distância da trilha a pé: 3 km de ida e 3 km de volta;
Lanche: leve algo leve para comer e água;
O que você vai ver neste passeio: Cachoeira do Buracãozinho, Cachoeira das Orquídeas, Rio Espalhado, Cachoeira do Recanto Verde e Cachoeira do Buracão;
Valor entrada no Parque: R$ 6,00 por pessoa
Valor passeio agência por pessoa: saindo de Lençóis em torno de R$ 400,00 dependendo do roteiro;
Valor do passeio guia particular grupo de até 4 pessoas: R$ 150,00;
Guia: obrigatório a contratação de guia local para acessar o parque, os guias de Lençóis não são autorizados a acompanharem o grupo sozinhos;

Guia Flávio
Valor: R$ 150,00 para grupos de até 4 pessoas
Contato guia: (77) 8152-7093 ou @flavio.guia

Pousada Flor de Lótus
Endereço: BA – 142
Contato: (77) 99151-3153

 



Esse roteiro de 4 dias pela Chapada Diamantina conta com os principais atrativos da região, mas se você tiver mais tempo disponível é certo que tem outros atrativos surpreendentes para conhecer.

Conhecer a Chapada Diamantina foi uma experiência incrível, e poder  vivenciar estes espaços, respirar o ar puro e se surpreender com as paisagens, faz esse momento ser único e marcante em nossas vidas.



IMPORTANTE: 

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento.  Sempre confirme datas, preços e informações.



 

 Salve este post no seu Pinterest, para lembrar do nosso blog sempre que for planejar sua viagem.

 


 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário aqui no site!

Michelle Damo
Michelle Damo
Arquiteta, apaixonada por paisagens e novos desafios. Garupa profissional, sempre pronta para pegar a estrada em busca de novas experiências, culturas, sabores e aventuras. Viajar de moto é fazer parte da paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *